Tomar a Benção
18/11/2021 10:37 em Cultura

 

Tomar a Benção

 

 

por Victor Santos

Arrojado Produções     

 

 

 

Uma benção daqui outra benção de lá e assim era quando visitávamos a casa da vovó lá no sítio. A casa era sempre cheia nos almoços de domingo e a benção era tomada de todos os tios, pais e avós. Não sabíamos o que significava aquele gesto de pegar na mão e dizer “benção”, mas fazia da mesma forma, pois papai dizia que era respeito. E era mesmo porque até ele tomava a benção da vovó.

 

 

 

Ao crescer pude perceber que a benção era mais que necessária, e que não se tratava apenas de respeito, mas também de um costume que meus pais tiveram quando criança e que a intenção deles era transmitir a mim, pois na época quando eram jovens a benção era um gesto muito valorizado, tanto que o filho não devia nunca sair de casa sem tomar a benção, porque poderia haver consequências ruins.

 

 

 

Atualmente é raro ver este gesto e quando vemos é diferente. Não se usa mais pegar na mão, pedir a benção e receber aquele beijo gostoso de quem nos ama, muitas vezes a benção é pedida até de longe. Me incomoda este gesto mal feito, penso “será que essa benção é válida?”. Más enfim, não sei, só sei que não foi assim que aprendi.

 

 

 

Atualmente mantenho rigorosamente este costume, meu pai, e o vovô também. Então quando ver dois homens se abraçando na rua, não seja preconceituoso, pode ser apenas um filho tomando a benção de um pai.

 

        

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!